Entrevista 02 – Mamutes da Pedra

Seguindo com a entevista com motoclubes posto agora a segunda entrevista da serie feita com Sadam, presidente do motoclube Mamute da Pedra do Rio de Janeiro, muito obrigado pela entrevista amigo Sadam.

mamutelogo10anos50pct


Foto com parte dos membros do Mamutes

Foto com parte dos membros do Mamutes

www.mamutesdapedra.org

Foto de parate do membros num espaço resevado para os mamutes na casa do Sadam, não que seja uma sede, pois de acordo com nosso irmãos Mamutes a Sede deles e o banco de suas motos
Foto de parate do membros num espaço resevado para os mamutes na casa do Sadam, não que seja uma sede, pois de acordo com nossos irmãos Mamutes a Sede deles é o banco de suas motos

1º – Onde e quando foi criado o moto-clube? Quais seus primeiros membros? Qual seu atual presidente?

R: O Mamutes da Pedra Moto Clube foi criado em Itaboraí-RJ e fundado em 22 de abril de 2000.

Os fundadores foram Sadam, Sergio William, Bombeiro, Assis, Rogério, Joselino, Victor e Alexandre.

O presidente atual é o Sadam.

2º – O moto-clube é registrado? Tem um estatuto?

R: Somos registrados no Cartório do Segundo Ofício de Itaboraí-RJ. Nosso Estatuto e o Regimento Interno estão disponíveis no nosso site www.mamutesdapedra.org

3º – Qual foi à idéia que os levou a criar o moto-clube?

R: A paixão pelas motocicletas, a vontade de levantar uma bandeira em prol de um motociclismo melhor, com responsabilidade, segurança e disciplina, trocando experiências e fazendo amigos.

4º – O moto-clube faz assembléias com que freqüência?

R: Quem manda no Mamutes da Pedra Moto Clube é o Conselho Deliberativo, que se reúne a cada três meses para tratar de assuntos administrativos.

Realizamos também reuniões mensais, com objetivo de confraternização e de darmos oportunidade das pessoas conhecerem nosso grupo.

5º – As assembléias são registradas em Ata?

R: Sim, as do Conselho Deliberativo.

6º – O moto clube tem algum limite mínimo de cilindradas para que se possa ser membro?

R: Não há limite mínimo de cilindrada. Todo motociclista interessado deve ser antes de tudo habilitado. Além disso, deve freqüentar nossas reuniões e nos acompanhar em passeios e encontros e ser uma pessoa de caráter e não usuário de drogas.

Durante dezoito meses no mínimo ele será observado e após isso avaliado. Se for aceito pela unanimidade do Conselho Deliberativo, será convidado a ser PP (Pretendente à Participante) e receberá um brasão bordado diferente do oficial, sem o mamute e apenas com as presas e olhos dele. Por mais no mínimo dezoito meses ele será observado e então poderá entrar no Mamutes da Pedra Moto Clube como membro efetivo, se for novamente aprovado por unanimidade pelos membros do Conselho Deliberativo.

7º – Com que freqüência vocês organizam passeios?

R: Depende muito do calendário de encontros. Procuramos fazer passeios aos domingos para cidades pacatas e acolhedoras, pela menos uma vez por mês.

8º – Conte-nos uma historia interessante de um desses passeios.

R: Fomos passear em Cordeiro, na Região Serrana do RJ e quase no final da tarde era hora de voltarmos para casa. No meio da serra de Nova Friburgo fomos surpreendidos por chuva e um nevoeiro terrível que não nos deixava enxergar mais de cinco metros adiante. Parar era muito perigoso, pois poderíamos ser atropelados por outro veículo, então seguimos atrás de uma carreta que ia devagar. Foram quase vinte quilômetros descendo a serra praticamente no tato. No final, paramos para um café quente e rimos aliviados da situação que testou nossa habilidade em pilotar sob condições tão adversas.

9º – Deixe uma boa mensagem para os nossos irmãos motociclistas.

R: Se você pretende participar de um moto clube, procure antes conhecer as tradições, o significado e os objetivos desse tipo de instituição.

Honre sempre seu escudo e respeite sempre as pessoas.

Faça amigos por onde passar e acima de tudo ame sua motocicleta e aprenda a tirar dela todas as vantagens e prazeres, sempre respeitando seus limites.

Não esqueça que as motos tem alma.

Anúncios

Tags:

2 Respostas to “Entrevista 02 – Mamutes da Pedra”

  1. Ozzy Renato Says:

    O Sadam é uma referência. Além disso, parabéns pelo blog e pela idéia das entrevistas sobre os motoclubes.

  2. Cowboy Says:

    Conheci Sadam num encontro em Teresópolis. Uma pessoa de princípios e caráter impressionantes.
    Preocupado com o bem estar coletivo e com um aprasível senso de justiça.
    Um motociclista de alma, como os da velha guarda. Vemos poucos destes, hoje em dia.
    Este é, sem dúvida, um irmão de estrada.
    Se o grupo segue a mesma filosofia, desejo vida longa aos MAMUTES.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: